Vacina tríplice viral deve estar atualizada, alerta Ministério da Saúde

Vacina tríplice viral deve estar atualizada, alerta Ministério da Saúde

Vacina tríplice viral deve estar atualizada, alerta Ministério da Saúde

Imunização

Doenças como sarampo e rubéola, já eliminadas no Brasil, são endêmicas em países europeus e podem voltar a circular no País.
A vacina tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola), disponível no Sistema Único de Saúde (SUS), deve estar atualizada, segundo alerta do Ministério da Saúde. Doenças como sarampo e rubéola, eliminadas no Brasil desde 2001 e 2010, respectivamente, são endêmicas em países europeus e podem voltar a circular no Brasil.

A imunização correta pode evitar essas doenças. A primeira dose da tríplice viral deve ser ministrada aos 12 meses de idade. Aos 15 meses, uma dose da vacina tetraviral (sarampo, caxumba, rubéola e varíola), que corresponde à segunda dose da vacina tríplice e uma dose da varicela.

Caso haja atraso na vacinação, crianças até quatro anos de idade ainda poderão receber a vacina com o componente varicela. A partir de cinco até os 29 anos de idade, deverão ser administradas duas doses com a vacina tríplice viral. Pessoas de 30 a 49 anos de idade devem receber uma dose.

Países como a França, Itália, Alemanha, Bélgica, Bósnia, Geórgia, Cazaquistão, Romênia, Sérvia, Dinamarca, Ucrânia estão sob risco de surtos de sarampo e/ou rubéola. A Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta que, embora eliminado no Brasil desde 2001, o sarampo é endêmico em nove países da Europa. Já a rubéola, eliminada no Brasil desde 2010, é considerada endêmica em 14 países europeus.

Redação

Redação

Ver posts deste autor

http://www.semmeiaspalavras.com.br

Selfies labore, leggings cupidatat sunt taxidermy umami fanny pack typewriter hoodie art party voluptate. Listicle meditation paleo, drinking vinegar sint direct trade.

Comente com o facebook